Faça você mesmo: um guia para mudar nosso mundo

DIY handbookA editora independente Trapese publicou o livro “Do it yourself: a handbook for changing our world“. Um guia com idéias práticas para mudar o planeta. No site há vários links interessantes (Navegue pelos capítulos e veja em “Resources”): http://hbfc.clearerchannel.org/

Também no site, você pode fazer download gratuito de um trecho do livro (clique para baixar o arquivo).

Cada capítulo é dividido em “teoria” (com o introdução, histórico e idéias envolvidos no tema) e “prática” (com um guia de como tornar as idéias em realidade). O sumário do livro dá um panorama da publicação (tradução livre):
1 – Viver com baixo impacto:
– Porque nós precisamos de soluções holísticas para um mundo em crise
– Como sair fora da teia (get off the grid): alimentação, moradia e energia

2 – Tomada de decisão:
– Porque fazer as coisas sem líderes
– Tomando decisões por consenso

3 – Saúde:
– Porque a sociedade está nos deixando doentes
– Como cuidar da sua própria saúde

4 – Educação:
– Porque ainda temos muito a aprender
– Como inspirar mudanças através da educação

5 – Alimentação:
– Porque somos o que comemos
– Como instalar uma horta coletiva

6 – Ativismo Cultural:
– Porque precisamos de ativismo cultural
– Como brincar, pregar uma peça e subverter o sistema

7 – Espaços autônomos:
Porque temos que reivindicar o que é de todos (Reclaim the Commons)
– Como criar um espaço autônomo

8 – Mídia alternativa:
– Porque temos que reivindicar a mídia
– Como se comunicar através da TV

9 – Ação direta:
– Porque precisamos fazer ação direta
– Como criar campanhas ativas

Saiba mais:
http://hbfc.clearerchannel.org/

3 comentários sobre “Faça você mesmo: um guia para mudar nosso mundo

  1. pontone disse:

    O que me preocupa é virar manual e entrar na lógica de livros e gurus sobre o gênero. Mas acredito ser uma leitura interessante … vamos ver se sai no brasa.

    Ciao.

  2. Marcelo Terça-Nada! disse:

    Oi Ciao,
    Valeu pelo comentário!
    Acho que a intenção deles não foi fazer um manual “definitivo”, mas um guia prático mesmo, com idéias, soluções, howto´s.

    Pelo que vi do livro, tive a impressão que é uma publicação sincera, de gente que é envolvida com cada um dos temas. Cada capítulo do livro foi escrito por um autor ou grupo diferente – reuniram um pessoal muito interessante, como: The Vacuum Cleaner, Jennifer Verson, Paul Chatterton and Stuart Hodkinson, Chekov Feeney, Mick Fuzz, Paul Chatterton, Alice Cutler, Andy Goldring, Bryce Gilroy-Scott, Tash Gordon, Becs Griffiths, Alice Cutler e Kim Bryan.

    Acho que vai ser legal se sair no Brasil.

    Abraços,
    Marcelo

  3. l.muzca disse:

    Pois bem. Se Ricardo Rosas, aquele que também se ocupava em traduzir obras e textos tornando-os acessiveis a nós, não está mais presente neste plano frequencial, poderíamos então nos dedicar a tal atividade e não apenas esperar um lançamento aqui no Brasil. >>> Quem se habilita???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *