Salvador em Suspensão: projeto apresenta imagens inéditas de Salvador na quarentena

Salvador em Suspensão

Diante dos vazios e espaços em suspensão em diferentes partes de Salvador (Bahia/Brasil) durante a quarentena de 2020, o artista Marcelo Terça-Nada registrou uma série de imagens que remontam o imaginário da cidade que conhecemos. O projeto Salvador em Suspensão lançará em abril deste ano um livro digital que apresentará, além das narrativas fotográficas inéditas do artista, textos críticos assinados pela curadora Alejandra Muñoz, pelo historiador e escritor Washington Drummond, pela artista e pesquisadora Lia Krucken e pela escritora Lúcia Castello Branco. A edição do livro está sendo realizada em colaboração com a editora GRIS e terá identidade visual da Tanto Criações Compartilhadas.

Acompanhe o andamento do projeto pelo instagram Salvador em Suspensão. E cadastre-se neste link para receber o livro quando for lançado.

A pandemia do Covid-19 trouxe um contexto de exceção ao mundo durante o ano de 2020. Para tentar reduzir a propagação da doença e o número de vítimas, muitas pessoas e governos locais adotaram a quarentena como medida. Na cidade de Salvador, especialmente entre os meses entre março e agosto, as praças, os parques, as praias, as instituições culturais e os estabelecimentos comerciais ficaram fechados. Por consequência, os espaços públicos da cidade ficaram vazios em uma parte significativa desse período.

“Numa cidade marcada pelo uso intenso do espaço público, esse vazio representa uma mudança marcante na paisagem urbana. Mas que imagens essa cidade em quarentena gerou? Ou melhor, quais imagens poderiam contar um pouco do que foi a cidade nesse período? Quais imagens da cidade só existiram durante a quarentena? O que se revela nesse vazio? O que é a experiência de percorrer essa cidade vazia? Quais imagens disparam o olhar durante esse percorrer?”, comenta o artista.

O autor das imagens respeitou a quarentena e só saiu de casa para buscar alimentos na Feira Agroecológica do bairro 2 de Julho, em saídas a cada duas semanas e respeitando todas as orientações de segurança da OMS e dos governos estadual e municipal. As saídas foram feitas de bicicleta e, a cada vez, foi tomada uma rota diferente, estendida, que possibilitou percorrer várias partes da cidade e se deparar com imagens de um momento histórico de exceção. A edição das fotos propõe um passeio visual, compartilhando o olhar sobre a cidade e os encontros com as imagens dessa Salvador específica num tempo único. Imagens que nunca imaginaríamos ver e que de repente estavam materializadas nesse vazio silencioso. Neste sentido, revela diversos aspectos da cidade nesse momento histórico e registra essa memória para o futuro com referências sobre o estado atual da arquitetura e transformações urbanas de Salvador.

O livro digital será disponibilizado gratuitamente através da plataforma do projeto Salvador em Suspensão e os interessados em receber a publicação podem se cadastrar neste link.

Lara Perl e Rafa Moo da editora Gris apontam que no processo de edição o vazio levou a pensar sobre a condição da cidade, “como se uma suspensão levasse a outras e emergissem nas fotos paisagens, detalhes, ângulos que já estavam ali”.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Sobre o autor

Marcelo Terça-Nada – Artista e pesquisador com forte conexão com as cidades. Envolvido com o campo das artes visuais desde 1996, tem ampla produção e investigação artística sobre as cidades contemporâneas, lançando mão especialmente da fotografia e da edição de publicações para elaborar trabalhos reflexivos e poéticos. Reside em Salvador desde 2011 e desde 2002 tem relação com a cena artística da Bahia, tendo realizado intervenções urbanas, participado de exposições e feito palestras em variados contextos e espaços culturais do estado. Participou de exposições em diversas cidades do Brasil e em outros países. Faz parte do coletivo Poro com o qual recebeu o Prêmio Brasil Arte Contemporânea 2011 (Fundação Bienal de São Paulo e Ministério da Cultura) e o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012.

Acompanhe o andamento do projeto:

www.instagram.com/salvadoremsuspensao

Cadastre-se para receber o livro gratuitamente:

https://emsuspensao.redezero.org/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *