Cidade Gráfica no Itaú Cultural

Cidade Gráfica Itaú Cultural - SP

As relações poéticas e críticas entre o design gráfico e as questões urbanas são o tema da mostra Cidade Gráfica, em cartaz no Itaú Cultural, em São Paulo, de 20 de novembro/2014 a 4 de janeiro/2015. Com curadoria dos designers Celso Longo, Daniel Trench e Elaine Ramos, a exposição reúne projetos gráficos (livros, cartazes, fontes), pesquisas acadêmicas e obras na fronteira entre design e artes visuais.

Participam da exposição os artistas e coletivos: Poro (Brígida Campbell+Marelo Terça-Nada), Andrés Sandoval, Angela Detanico & Rafael Lain, Augusto Sampaio, Bruna Canepa & Ciro Miguel, Cao Guimarães, Coletivo Garapa, Coletivo Oitentaedois, Comum, Daniel Escobar, Eduardo Foresti, Damião Santana+Fátima Finizola+Solange Coutinho, Fernanda Goulart, Fernanda Martins, François Chastanet, Frente 3 de Fevereiro, GIA, Gilberto Tomé, Guilherme Luigi, Guilherme Maranhão, Gustavo Piqueira, Hélvio Romero, Josivan Rodrigues, LuciaMindlin Loeb, Marcelo Drummond, Marcelo Zocchio & Mariana Bernd, Marina Camargo, Mirella Marino, Opavivará!, Piseagrama, Estúdio Radiográfico, Renata Marquez & Wellington Cançado, Ricardo Portilho, Tania Grillo & Clara Meliande, Thyago Nogueira e Vitor Cesar. Continuar lendo

Publicação sobre Brasília e os trabalhos do Poro desenvolvidos na cidade está disponível on-line

Capa do Catálogo do Poro (Funarte/Brasília, 2003)

O catálogo Brasília: (Cidade) [Estacionamento] (Parque) [Condomínio] acaba de ser publicado com os trabalhos e projetos desenvolvidos pelo Poro para a exposição realizada na Funarte/DF.

Numa mistura entre caderno de anotações do processo de criação e registro dos trabalhos finais, o catálogo traz ideias, desejos, fotografias, textos, desenhos, impressos, rascunhos, carimbos e intervenções realizados no segundo semestre de 2012 na capital federal.

A publicação está disponível para ser vista e baixada gratuitamente neste link: www.poro.redezero.org/publicacoes/catalogo-brasilia

Continuar lendo

Ferrovias de Minas são tema de livro e exposição fotográfica


(clique na imagem para ampliar)

O livro de fotografias e exposição VAIEVEM reúnem ensaios visuais do Poro, Cao Guimarães, Claudia Tavares, Francilins, João Castilho, Monica Mansur, Pedro Motta e Rosangela Rennó. Esses artistas e fotógrafos fizeram suas leituras das ferrovias de Minas e o resultado é apresentado em publicação impressa que será lançada no Rio (29/11) e em BH (15/12) e numa exposição em Juiz de Fora (12/12/12 a 13/1/13). Continuar lendo

3º Festival de Intervenções Artísticas do Recôncavo (Bahia)

De 29 de fevereiro a 3 de março de 2012,  festival reúne atividades artísticas e coletivas que vão interagir com a paisagem histórica e a vida cultural da região

Mais do que uma série de oficinas e intervenções, o FIAR 3 é o Encontro de Redes de Artes Visuais no Recôncavo Baiano. A programação traz artistas, grupos, performances, trocas de ideias e experimentações que promovem ações artísticas integradas à atmosfera local. Em sua terceira edição, o festival acontece de 29 de fevereiro e 3 de março nas cidades de Cachoeira e São Félix.

“’Fiar é fazer rede, e o FIAR 3 se propõe como um festival de intervenções no qual os residentes são alicerces de redes artísticas em suas localidades. Justamente por entender que em outro momento esses grupos já realizaram um mapeamento de grupos e artistas individuais em seus territórios de origem, cabendo ao festival proporcionar um espaço de encontro de redes, na construção de um contexto mais amplo de produção e circulação artística”, explica Tininha Llanos, curadora e produtora executiva do festival. Continuar lendo

Sobre o picnic no Parque Municipal de BH (julho/2010)

picnic-parquemunicipal-bh_001.jpg

O Parque Municipal de Belo Horizonte fica bem no centro da cidade, duas de suas entradas estão na principal avenida da capital mineira, a Avenida Afonso Pena. A escolha do Parque para o picnic realizado pelo Convivium Slow Food Pique Nique em julho de 2010, foi feita através de votação via internet. Ao invés de ter algumas opções das quais as pessoas teriam que escolher uma, o processo foi diferente: todo mundo que quis, pode sugerir uma praça ou parque onde gostaria que o picnic acontecesse. Tivemos muitas sugestões boas:  Praça de Santa Tereza, Praça JK, Parque das Mangabeiras, Parque do Bairro Santo Agostinho,  Praça Raul Soares, Horto Florestal, Parque da Lagoa do Nado. Mas o campeão disparado foi mesmo o Parque Municipal… Continuar lendo