Le Monde Diplomatique publica resenha sobre o livro do Poro

Le Monde Diplomatique Brasil

De tão incrível a notícia, quase não acreditei quando me falaram pelo telefone que o Le Monde Diplomatique tinha publicado em sua edição de abril de 2011 uma resenha sobre o livro “Intervalo, respiro, pequenos deslocamentos – Ações poéticas do Poro”, do qual sou organizador junto com a Brígida Campbell.

Assim que recebi a notícia, fui até a banca de revistas mais próxima, comprei o Le Monde e estava lá, na penúltima página da publicação, um lindo e carinhoso texto de Hamilton Faria tecendo seus comentários e indicações sobre o livro do Poro. Como se isso já não fosse maravilhoso, a resenha ainda era a de maior destaque da seção Livros e trazia uma estonteante chamada em vermelho: Leitura obrigatória.

A edição do Le Monde está nas bancas até a virada do mês. Como sempre, a publicação traz artigos de peso, com vários intelectuais, jornalistas e articulistas assinando textos-retratos sobre o mundo contemporâneo. Entre os temas abordados na edição: A questão urbana no Brasil; México e a polícia comunitária; Movimentos de protesto nos EUA; Mudar mentalidades e práticas; Economia social; O revolucionário conceito de bens públicos mundiais e muito mais…

Quem acompanha as notícias do Vírgula-imagem ou do Poro tem seguido de alguma forma nossa itinerância por diversas cidades para lançar o livro, fazer bate papos, debates e compartilhar um pouco da trajetória e táticas que o Poro construiu nos nossos nove anos de atuação. A receptividade do livro tem sido linda por onde passamos. Quero deixar público meu agradecimento para todas as pessoas que estão ajudando a divulgar o livro! Sinto como se a resenha do Le Monde estivesse coroando todo esse processo.

Para quem não puder comprar a edição do Le Monde nas bancas, clique na imagem para ampliar e ler a resenha sobre nosso livro:


(clique na imagem para ampliar)

Para saber mais

2 comentários sobre “Le Monde Diplomatique publica resenha sobre o livro do Poro

  1. Cyrano disse:

    Nada mais merecido, Marcelo! O livro ficou lindo, lindo, e vocês estão mesmo de parabéns, colhendo toda a beleza que plantaram.

    Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *