Leitura ao ar livre

Aproveitando a suavidade do sol de outono e essas manhãs cada vez mais azuis, divulgo aqui um outro* projeto de leitura.

Quintais, praças, parques e praias

A leitura é uma grande fonte de prazer, isso é fato. Desde o início de 2009, venho redescobrindo um prazer maior ainda, que é ler ao ar livre, em especial de manhãzinha ou no fim de tarde, curtindo a luz e o calor carinhoso do sol. Entre uma seqüência literária e outra, aproveitando a paisagem e ambiente sonoro do entorno. As variantes mais prazerosas até agora foram:

  • Leitura com café (ou chá) ao sol
  • Leitura na varanda ou quintal
  • Leitura na praia (com ou sem cerveja, ao gosto do freguês)
    Experimente essa opção nos sabores “debaixo de sombra de árvore”, “na rede” e “com cadeira e guarda-sol”
  • Leitura em banco de praça
  • Piquenique com leitura em parque (não esquecer a toalha xadrez)

Viver (ou construir) momentos assim em intervalos do cotidiano é como um presente. Todas essas variantes têm gosto especial durante viagens, fins de semana, feriados e outras situações onde o tempo se permite distendido.

Neste ano, os seguintes livros já participaram deste projeto:

  • Todas as cosmicômicas (Ítalo Calvino)
  • Poemas (Jacques Prévert)
  • Paisagem pintada com chá (Milorad Pávitch)
  • As palavras andantes (Eduardo Galeano)

Obrigado aos amigos que sempre compartilham seus livros e dicas de leitura e deixam minha fila-de-próximos-livros cada vez maior e mais interessante :)

*Conheça também o Projeto Bicicleta-Sala-de-Leitura

5 comentários sobre “Leitura ao ar livre

  1. Sergio Moura disse:

    Como aplico a serigrafia em muitos projetos e idéias, visualizei imediatamente a produção de páginas de leitura para os transeuntes; aliás brothers, já fiz isso nas ruas de Ctba, + – na década de 1970. Continuemos pois essa conversa q…” a gente se entende!”.
    Abçs,
    arte é melhor
    Sergio Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *